Voluntariado Empresarial

Inserido no Plano Operacional de Sustentabilidade da empresa, no âmbito das medidas de responsabilidade social e de abertura do porto à comunidade local, a APDL iniciou em 2012 o seu programa de voluntariado empresarial.

Voluntariado empresarial consiste na disponibilização gratuita, por iniciativa do empregador ou com o apoio deste, do tempo e do saber dos seus colaboradores, durante o horário normal de trabalho. É assim uma forma das empresas ajudarem instituições de solidariedade social, que nem sempre têm os meios humanos ou financeiros para realizar as suas actividades, ao mesmo tempo que promove o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais adicionais daqueles que participam como voluntários, aumenta os níveis motivacionais e as competências de trabalho em equipa.

O programa de voluntariado empresarial da APDL engloba as seguintes iniciativas:

Colaboração com o Banco alimentar contra a fome do Porto (BaP)

Os Bancos Alimentares são Instituições Particulares de Solidariedade Social que lutam contra o desperdício de produtos alimentares, recolhendo várias dezenas de milhares de toneladas de produtos e distribuindo-os por mais de 1.800 instituições em Portugal. Estas instituições, por sua vez, fornecem os bens cedidos pelo banco alimentar em forma de refeições confeccionadas e cabazes de alimentos a pessoas comprovadamente carenciadas.

As instituições beneficiárias são fiscalizadas regularmente por uma equipa de voluntários, chamados visitadores. A função destes voluntários é visitar as instituições e atestar se os produtos fornecidos pelo BaP estão a ser bem aproveitados, se não há desperdícios e se as instituições que os recebem funcionam de forma transparente e idónea.

É neste âmbito que a APDL está a colaborar com o BaP, fornecendo horas de trabalho dos seus colaboradores/as, para serem visitadores. Esta colaboração que se iniciou em 2012, conta com 4 grupos de voluntários, constituídos por 3 pessoas cada, que uma tarde por mês, durante as horas de expediente, estão ao serviço do BaP.

Em 2012, este grupo de 12 colaboradores/as da APDL dedicaram ao BaP 162 horas de trabalho.

Programa de visitas de lares de terceira idade a Leixões

O ano de 2012 foi o ano europeu para o envelhecimento activo e solidariedade entre gerações, que visava chamar a atenção para a importância do contributo dos idosos para a sociedade e incentivar os responsáveis políticos e demais partes interessadas a tomarem medidas para criar as condições necessárias ao envelhecimento activo e fomentar a solidariedade entre as gerações.

Com este mote a APDL decidiu contribuir para que os idosos do conselho pudessem ter um dia diferente e sair da sua rotina, proporcionando-lhes um dia no Porto de Leixões. O programa, além da visita guiada à área portuária, incluiu um almoço na cantina da empresa, visionamento dos nossos vídeos promocionais e um pequeno lanche no final da vista.

Em 2012, foram realizadas 6 visitas, num total de 125 idosos, das seguintes instituições:

  • Lar da Santa Casa da Misericórdia de Matosinhos
  • Associação de Apoio Social de Perafita (2 visitas)
  • Lar da Betesda da Sra. da Hora
  • CIVAS- Centro de dia Canto D´Encanto (2 visitas)

 

Parceria com o projecto "Mão na Mão"

APDL associou-se ao projecto "Mão na Mão" promovido pela Fundação PT, em Março de 2012, passando a integrar um movimento empresarial para o voluntariado, composto por várias empresas nacionais, que visa promover a cidadania e a solidariedade através da responsabilização social das empresas.

No âmbito deste projecto já se realizaram as seguintes iniciativas:

  • Intervenção na floresta da Serra da Lousã, em parceria com a Fundação Floresta Unida, cujo objectivo é a reflorestação sustentável e a preservação das florestas das áreas públicas de Norte a Sul do país, a APDL participo numa acção deste projecto, com duas voluntárias da empresa, que estiveram presentes na serra da Lousã numa actividade que consistiu na retancha e retirada das espécies invasoras.
  • Iniciativa aprender, numa acção com a instituição ALADI, dedicada acolher pessoas com deficiência mental, a APDL disponibilizou um grupo de 5 voluntários/as para acompanhar os utentes daquela instituição numa visita ao Pavilhão da Água, no parque da cidade, no Porto.
  • Iniciativa "A minha Cidade" alguns colaboradores/as participaram no passado mês de Fevereiro em duas acções da Iniciativa "A minha Cidade", nas seguintes instituições:
    • Centro Paroquial Senhora do Calvário, Instituição Pública de Solidariedade Social, dedicada a idosos, com um centro de dia e apoio domiciliário. Nesta acção os voluntários da APDL ajudaram a preparar uma horta na instituição, através da limpeza do espaço e plantação de várias espécies hortícolas, com o objectivo de que os produtos cultivados possam ser usados na confecção das refeições dos idosos.
    •  APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, numa intervenção de melhoria do espaço exterior da instituição, os voluntários da APDL participaram na plantação de relva e de plantas aromáticas no jardim de uso diário dos utentes, promovendo a melhoria da sua qualidade de vida.

Voluntários da APDL nos projectos