Ministra do Mar inaugurou 4 centros de operação logística em Leixões

ANA PAULA VITORINO SALIENTOU A IMPORTÂNCIA DAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS PARA O SISTEMA PORTUÁRIO NACIONAL

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, deslocou-se hoje à Plataforma Logística do Porto de Leixões onde inaugurou 4 centros de operação logística.


A governante, que salientou a importância deste tipo de infraestruturas para o Sistema Portuário nacional, inteirou-se dos investimentos feitos pela APDL na Plataforma Logística que tem já várias empresas instaladas e em fase de instalação, e cuja capacidade de atração e fixação de agentes se reveste de uma importância fulcral para a economia regional.

A Plataforma Logística obedece a um modelo polinucleado, compreendendo o Pólo 1, com uma área total de 31 hectares, uma área de construção de 9,1 hectares que inclui serviços de apoio às empresas e aos veículos, encontrando-se a uma distância de 2 km do porto de Leixões e com uma ocupação atual superior a 38%, e o Pólo 2, com uma área total de 35 hectares, uma área de construção de 8,6 hectares e ligação a terminal intermodal ferroviário (a relocalizar nas antigas instalações da EMEF), encontrando-se a uma distância de 3 km do porto de Leixões e com uma taxa de ocupação de 47%.


A APDL encontra-se neste momento a preparar um concurso público para a concessão da atividade de exploração da Plataforma Logística do Porto de Leixões e, neste contexto irá promover a conclusão do investimento em infraestruturas incumbindo aos privados o investimento em superestruturas, nomeadamente armazéns.
O investimento global associado à Plataforma Logística do Porto de Leixões está estimado em 176 milhões de euros. O valor de investimento realizado até ao momento pela APDL ascende a 106 milhões de euros. O investimento público previsto nos próximos três anos é de 13,6 milhões de euros relativo à infraestruturação da área sul do Pólo 2 da Plataforma Logística.

 

Veja as fotos do evento aqui

 

Novembro de 2017